Tuesday, April 18, 2017

Dolores Duran weds Macedo Neto - 2 July 1955

1955 had been a great year for Dolores Duran so far. She had finally hit the top of the charts with the beautiful 'Canção da volta' (The come back song) written by Ismael Neto & Antonio Maria.

Macedo Neto, a radio actor and comedian had had a rough 1954, having attempted suicide in December - a fact that was not hidden by the local media. On the rebound, Macedo wrote the lyrics for 'P'ra que falar de mim?', an inspired melody written by Ismael Neto who had given 'Canção da volta' to Dolores.

Ismael suggested Dolores would be the right singer for the song so he arranged a meeting with her. Apparently it was love at first sight. Macedo & Dolores were engaged almost at the spot.

Suddenly, on 1st March 1955, Dolores had a close encounter with Death when she had heart attack. She was taken to a hospital where she stayed for a few days. Macedo was broken-hearted, having just survived a suicide attempt not 6 months before. During his distress Macedo went out of his way and had the all the papers ready for their wedding.

Dolores Duran nee Adiléia Silva da Rocha marries Macedo Neto nee José Oswaldo Noronha Macedo Netto on 2 July 1955, a Friday morning.



Quase em segredo, Macedo Neto e Dolores Duran compareceram ao Cartório e casaram-se. Apenas Heleninha Costa e Ismael Neto, além de poucos outros, sabiam que Macedo Neto, o comediante da Mayrink Veiga e Dolores Duran, cantora da Nacional estavam perdidamente apaixonados.

- Como é que vocês se conheceram?

Macedo Neto explica:  ‘Foi há 6 meses apenas, e tudo por causa de uma música. Eu e o Ismael fizemos uma musiquinha chamada ‘P’ra que falar de mim’. Ele achou que a interprete ideal seria a Dolores. Concordei e a ela fui apresentado pela Heleninha e o Ismael. Daí....’

Macedo sorri, enlevado, e conta que houve uma coisa assim de amor à primeira vista. Voltaram a encontrar-se, outras vezes, formando um grupo com a Heleninha, Ismael, Fernando Lobo e outros amigos. Quase sempre iam jantar no Cabeça Chata. O namoro pegou mesmo e os dois acharam que a história deveria acabar em casamento mesmo.

- Então, há 2 meses, resolvemos acertar tudinho. Aí a Dolores ficou doente, do coração (3 Março 1955). Eu sofri um bocado! Não perdi tempo, reuni o papelório e, no dia 2 de Junho, procurei o despachante, pedindo-lhe que marcasse para o dia 27 de Junho para o casório. Mas o homem complicou as coisas, atrasou-se e só no dia 24 foi tratar do assunto, veja você.

Macedo diz-nos que ele e Dolores estão residindo em Ipanema e que deveriam viajar para Itápolis-SP, na região de Araraquara, onde nasceu. 

- ‘Vamos ver meus irmãos. Infelizmente meus pais não chegaram a viver até esse dia. Eu tenho 32 anos, nasci em 17 Novembro 1923. Dolores tem 25, é carioca, nascida a 7 Julho  1930.

Os padrinhos do casamento foram Heleninha Costa e Ismael Neto, naturalmente, pois foram nossos Cupidos, e o dr. Lauro Paes de Andrade e dona Heloísa, nossos bons amigos.

- Estamos nos casando apenas no Civil porque não somos católicos. Eu e Dolores somos espíritas. 


Macedo Neto when he was 27 years old in 1950; he worked as a radio-actor and comedian at Radio Mayrink Veiga. 
Revista do Radio, 11 December 1954; shocking news about Macedo Neto attempt to kill himself. He was taken unconscious to a hospital where he stayed a few days. He'd left a note saying he wanted to die due to an unrequited love

P'ra que falar de mim?

P'ra que falar de mim, que eu não existo p'ra você
de uma história terminada, 
p'ra que falar de mim?

Não fale bem, nem mal, não fale nada se puder
por favor, que eu lhe peço é nem lembrar sequer 

Eu sou coisa que já foi, que não deseja voltar
uma lágrima chorada
não se deve mais chorar

Tudo que passou, passou, toda história tem um fim
se eu passei em sua vida
p'ra que falar de mim?
p'ra que falar de mim? 

written by Macedo Neto with music by Ismael Neto.

Macedo Neto had a hectic life. After leaving the hospital he went back to work. Met Dolores Duran a few weeks later and fell in love with her. They became engaged and soon after - in early March 1955, Miss Duran had a heart attack and stayed in hospital some time. Macedo thought they should get married sooner than later and that happened on 7 July 1955
Nós já tivemos a nossa fase de carinha apaixonado
de fazer versos, de viver sempre abraçados
naquela base do 'só vou se você for'... 
'Fim de caso' written by Dolores Duran.
Macedo & Dolores were best man & maid of honour at the wedding of Nancy Wanderley & Francisco Anysio held at Saint Nicholas Church on Avenida Gomes Freire, 569 in Rio de Janeiro-DF, on 14 August 1956. Nancy Wanderley had been married previously so she had an Orthodox wedding at São Nicolau's. 'Correio da Manhã' 22 August 1956. 


With a few clips cut out of Revista do Radio one may follow what was a wedding made-in-heaven cool off to smoke & ash in the span of about 2 years. That was the way Duran-Macedo's marriage soared and landed flat on the floor. It seemed that Dolores Duran knew she didn't have too much time on her hands so she had to live fast, 

Dolores & Macedo celebrate their 1st wedding anniversary on 2 July 1956.
Dolores & Macedo celebrate their 2nd wedding anniversary on 2 July 1957.

Wednesday, April 12, 2017

Vicente Celestino & Gilda de Abreu


Gilda de Abreu controls the buttons at her console while husband Vicente Celestino belts out an aria.

Sunday, April 2, 2017

Vagalumes do Luar discography


TA-5.505 'A toca do José' (Hernando's hideaway) b/w 'Você aí' (Hey there). It charted on 26 March 1956.
http://brazilian-charts-1950s.blogspot.com.br/2017/03/march-1955.html

16.111 - 'Não se pode amar' b/w 'Enxurrada'.
16-154 'Ladra' b/w 'Ai ai paquetá'.
16-275 'O baião chegou' b/w 'Maluco por samba'.


16.504 'Cuidado Lili' b/w 'Vou beber'.
16.755 'Garota do samba' b/w 'O samba em Cuba'.










Wednesday, March 29, 2017

'Revista do Radio' staff in January 1953

Revista do Radio 10 February 1953; Anselmo Domingos was its director; Borelli Filho its newsroom chief and Oscar Max Erhardt its manager.
from left to right: Sao Paulo's TV Record MC Blota Junior, Paulo Machado de Carvalho Filho, its manager, Mario Julio, Revista do Radio's Sao Paulo bureau chief & Anselmo Domingos, the magazine's diretor. 

Newsroom staff... 
from left to right: Max Gold, writer of many articles for the magazine and as of August 1956 the responsible for the Hit Parade page; journalist & lyricist Jair Amorim who wrote 'Discos na Revista', a page about the recording industry; journalist & song-writer Rene Bittencourt writes 'Feira de amostras'; Luiz Lopes, reports on news items and gossip bits; Wilson Angelo writes from Minas Gerais; Mario Julio reports from Sao Paulo. 

from left to right: Max Gold, Almeida Rego, Anselmo Domingos, actress Norma Geraldy who debuts at Radio Guanabara plus radio-actor Claudio Nonelli & columnist Roberto Ruiz


Friday, March 24, 2017

Vagalumes do Luar & Duo Guarujá

These were the original Vagalumes do Luar circa 1947; from left to right: Mario Vieira, tenor-guitar; Dídimo da Silva Azevedo, tambourine; Pedro Adamo, afouché; Armando Argentoni, lead singer & Orlando Barros, guitar.
Vagalumes do Luar a little later; see the original tambourine player has been substituted.

it looks like it's Carnaval time...
Vagalumes do Luar sing at Radio Record. 

Mario Vieira.



Era uma vez, um conjunto vocal que ilustrava um programa de calouros chamado 'Hora azul' e que era realizado pelo Clube Araguaya, aqui em São Paulo.

Era um punhado de esforçados que sem medir sacrifícios, comprando instrumentos a prestações e se submetendo a ensaios que ocupavam o tempo em que podiam estar 'dando murro', estava fadado a ter um destacado lugar no broadcasting paulistano.

Foi esse esforço e a vontade de vencer que levaram o conjunto até ao microfone da velha Radio Educadora Paulista, tal se dando 8 meses antes de sua extinção. Por 5 meses serviu o microfone da antiga PR-A6 para por o conjunto em contato com o público ouvinte.

O pequeno prestígio adquirido serviu para que, com a inauguração do Grill Room Bavaria, numa das primeiras feiras de amostras, no Parque Agua Branca, em 1941, fosse o novel conjunto chamado a prestar serviços.

Geraldo Jose de Almeida, locutor esportivo da Radio Record, ao fazer uma noitada naquele grill room gostou dos rapazes e, insistindo fez com que Geraldo Mendonça, então diretor artístico daquela emissora, fosse até lá a fim de ouvi-los. Ouvidos e aprovados, foram os rapazes convidados a comparecer nos estúdios da Record, ainda na rua Conselheiro Crispiniano, onde firmaram o 1o. contrato que, aliás, só teve início quando a PRB-9 mudou-se para suas atuais instalações, o que se deu em Outubro de 1941. Da estação de Raul Duarte não mais saíram os rapazes, a não ser para pequenas excursões artísticas por diversas cidades de nosso Interior.

Para o Carnaval de 1947, os Vagalumes do Luar já gravaram 'É no Pará', de Victor Simon; 'Que loura', de W. Rodrigues; 'Os dois toureiros', marcha de Moacyr Braga; 'Gilda, a mulher pecado', samba de Romulo Paz & W. Brandão;  'Dança da raça' de Conde e M. Braga e 'Flora', samba de Osmar França & Gordurinha.

Agora, em Janeiro de 1947, os Vagalumes do Luar deverão seguir para o Rio de Janeiro onde farão força para suas gravações.

Pedro Adamo,  percussionista do conjunto, nos contou que a ideia do nome deles surgiu por acaso, quando alguém mexendo com eles, por serem muito serenateiros, chamou-os de Vagalumes do Luar.

Armando Castro (nome real: Armando Argentoni), cantor solista; Orlando Barros, violão; Mario Vieira, violão tenor; Dídimo da Silva Azevedo, pandeiro e Pedro Adamo, afouché, tan-tan e outros instrumentos de percussão.

Duo Guarujá 

revista Melodias # 41 - 1958.

Armando Argentoni had worked as a singer for Radio & TV Record since 1941. He started as the lead-singer of Vagalumes do Luar under the stage name of Armando Castro.

Armando's wife, Manilce Latti had also been under contract with Radio Record for some time and even though they were married they had never thought about singing together until one day PRB-9 director Paulinho Machado de Carvalho suggested they should form a duo. They only needed a name.

Radio Record then set up a competition among its listeners and Duo Guarujá won the day. They were signed by Continental Records that released a few 78 rpms and an album featuring covers like 'Que murmurem', 'História de um amor', 'Ela', 'Apunhalada' etc. Their latest release was 'Falam de mim' a 'valsa-rancheira' backed with 'Saudades de um caboclo', a country tune.